Menu
Pavilhão Turístico e Cultural contou com exposição de artesanato de todo o país
quinta-feira, 16 de AGOSTO de 2018

Montado com o objetivo de divulgar o artesanato local, regional e de outros Estados, o Pavilhão Turístico e Cultural foi mais um espaço que fez sucesso no 54º Festival do Folclore da Estância Turística de Olímpia.

Montado na Barraca A, o ambiente contou com 30 estandes de artesãos de Olímpia, Tabapuã, São Pedro, Limeira, Barretos, Embu das Artes, Fronteira (MG), além de outras localidades como Bahia, Pará, Tocantins e Ceará.

Durante os nove dias de festa, mais de 75 mil pessoas passaram pelo Pavilhão, segundo levantamento da secretaria de Turismo, responsável pelo local.

No espaço, a população e os visitantes puderam apreciar e até adquirir produtos artesanais e souvenirs das mais diferentes origens, estilos, cores e formas. Estiveram à disposição do público peças que variavam desde acessórios, até objetos de decoração, doces, camisetas, móveis e muito mais, mostrando a diversidade da cultura brasileira. Ao todo, 120 artesãos atuaram no local em esquema de revezamento.

No estande de artesãos de Olímpia, que integram a Feira Olímpia Mostra Olímpia, também foi possível aprender a técnica do trançado estrela, artesanato típico da cidade, que consiste na confecção de produtos a partir da palha do milho. A ideia foi incentivar a preservação e a disseminação do artesanato local, como sugeriu o próprio cartaz do 54º FEFOL, que trouxe o trançado no fundo do material, além das estrelas decorativas espalhadas pelo Recinto.

O Pavilhão também foi composto por uma sala de receptivo, na qual as pessoas podiam conhecer mais sobre a cidade e tirar dúvidas com a equipe da secretaria de Turismo, além de uma Área Vip em parceria com a Enjoy e a WAM, gestoras de um novo resort do município.

O lançamento do espaço foi realizado no sábado, dia 04 de agosto, antecedendo a cerimônia oficial de abertura da festa, com a presença do prefeito Fernando Cunha, do vice Dr. Fábio Martinez, do secretário de Turismo, Dr. Selim Murad, e outros secretários municipais, vereadores, Sr. Benito Benatti, presidente do Thermas dos Laranjais, servidores municipais, visitantes convidados de outros municípios e o público em geral.

A cerimônia contou com uma apresentação do grupo Seresteiros da Viola, de Taquaritinga-SP, e com uma encenação da Companhia Teatral Camaleões, de Olímpia, que representou uma mistura da história da menina-moça, Maria Olímpia, com as lendas folclóricas, com destaque para o Curupira que é o patrono do Festival.

ARQUIVO PÚBLICO MUNICIPAL

Aliado à proposta cultural e histórica, o Pavilhão também contou com um espaço especial do Arquivo Público Municipal “Dr. Antônio Augusto Reis Neves”. Sob a coordenação da secretaria de Administração, o local exibiu, durante todo o evento, filmagens antigas dos festivais passados, lembranças do Prof. José Sant’anna, além de expor artigos históricos, transformando o espaço em uma espécie de Museu dentro do festival.

A equipe do Arquivo Público também acompanhou as apresentações de danças dos grupos e as atividades do festival para documentar a edição, com o objetivo de gerar o registro através de acervo digital e fotográfico, sendo esta uma das atribuições do equipamento no que tange o registro da história atual.

Olímpia / SP

Endereço:
Avenida Menina Moça, nº 800, Vila Hípica CEP: 15400-000
Telefone: 
(17) 3281-6415      
Acompanhe-nos:
© Copyright Instar E-mail Marketing, E-mail e Sites - 2006-2018. Todos os direitos reservados.