Festival do Folclore - Olímpia-SP
Notícias
 
Versão para Impressão - Clique AquiVoltar para a Página AnteriorEntre em contato conoscoIr para a Home Page
OS PRIMEIROS ANOS - FORMATO - Festival do Folclore - Olímpia-SP
OS PRIMEIROS ANOS - FORMATO
11/06/2014

Nos idos de 1965, ano de realização do primeiro festival de folclore de Olímpia, o folclore era um assunto esquecido no estado de São Paulo.

Diante disso, durante as aulas de canto orfeônico, ministradas no extinto Colégio Olímpia, é que nasce a idéia de se realizar um festival de folclore, a princípio no pátio do referido colégio, envolvendo alunos e professores.

Como já dito, o Colégio se torna pequeno e inviável para a realização e o festival é levado às ruas, ao encontro do povo. Mais precisamente na Praça da Matriz.

Nestes primeiros festivais acontecia a apresentação de grupos folclóricos de Olímpia e região, bem como grupos vindos de outros estados brasileiros  e o  tradicional desfile de alunos,  através mais de 20 carros alegóricos, os tão conhecidos “fusquinhas” que tinham os capôs da frente  retirados e eram decorados com  peças de artesanato, peças folclóricas e onde desfilavam moças representando cada estado da federação com seus trajes típicos. Cada classe se incumbia de fazer um carro.


Em se tratando das apresentações de grupos folclóricos, era improvisado um palco na Praça da Matriz, onde estes grupos se apresentavam, o professor Sant’anna aproveitava o colégio Olímpia para os grupos se vestirem e ensaiarem, e os grupos iam dali para a praça já tocando e dançando durante este trajeto. E quando terminavam de se apresentar no palco, tocavam e dançavam por toda a praça e ruas adjacentes.

Estes grupos que vinham de outras cidades eram alojados em salas de aulas não ocupadas, visto que nesta época o festival não estava autorizado pela Secretaria de Educação para funcionar dentro da escola e com a ausência dos alunos. As aulas continuavam.

Estes festivais se iniciavam com uma alvorada às 5 horas da manhã, logo em seguida o desfile alegórico e durante a noite as apresentações no palco dos grupos folclóricos. Paralelamente existiam varias atrações como, rodeios, quermesses, cursos, concursos, gincanas, palestras, simpósios, campeonatos e festival de música.

É extraordinário que esta pequena cidade tenha conseguido manter este nosso festival, sem interrupções e cada vez melhor. A criação do festival, feito arrojado que exigiu clarividência e esforços incomuns, soma-se a permanência a desafiar dificuldades que eventos deste porte acarretam.

Haveria muito ainda a dizer sobre os primeiros festivais, mas é difícil fazer sentir toda essa beleza. Não podemos ensinar o que é o Festival de Folclore de Olímpia, mas com muito orgulho e prazer, podemos dizer com propriedade: Venha ver. Venha ver e sentir o Folclore Brasileiro bem de perto. Festival este que completa 50 anos em agosto próximo. 50 anos de cantos, músicas, danças e trajes, assim como os aromas e o paladar do Brasil através de suas comidas típicas.

Clóvis Salgado, folclorista e escritor já dizia:

“O sentido profundo da cruzada pelo Folclore: cultivar a tradição brasileira, o patrimônio cultural do nosso povo, aquilo que caracteriza e define a alma da Nação. Não que o Governo promover apenas economicamente a massa anônima. Quer valorizá-lo espiritualmente, conservando e honrando tudo quanto ela produziu nas suas alegrias e nas suas dores.”

Mais Notícias
25/03/2017 :
Primeira Reunião Efetiva para Realização do 53º FESTIVAL DO FOLCLORE
16/08/2016 :
Festival do Folclore encerra 52ª edição anunciando homenageado de 2017
04/08/2016 :
52º Festival do Folclore será transmitido AO VIVO pela internet
03/08/2016 :
Minifestival receberá grupos e escolas durante o dia no 52º FEFOL
15/07/2016 :
Vila Brasil mantém programação com violeiros e quitutes do Fundo Social
Outras Notícias 

 

 

 

52ª Edição
   
Menu - 51º Fefol
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
 
 

       
 
 
 
 
Festival do Folclore
 
  OlímpiaWeb - Clique e Conheça