Festival do Folclore - Olímpia-SP
Notícias
 
Versão para Impressão - Clique AquiVoltar para a Página AnteriorEntre em contato conoscoIr para a Home Page
Recinto lotado, público emocionado: folclore e religiosidade na Abertura - Festival do Folclore - Olímpia-SP
Recinto lotado, público emocionado: folclore e religiosidade na Abertura
09/08/2009

Arquibancadas ficaram completamente tomadas na abertura do 45º Fefol...


Emocionante. Este foi o adjetivo mais usado por milhares pessoas que lotaram as arquibancadas e dependências do Recinto dos Festivais – Praça de Atividades Folclóricas Professor José Sant’anna – no primeiro dia do 45º Festival Nacional de Folclore de Olímpia (Fefol), sábado (8). Desde cedo, a programação já estava sendo desenvolvida com chegada do encontro de Folias de Reis, quase 40 grupos, sob a coordenação do parceiro da Comissão Organizadora, Abaçaí Cultura e Arte, Núcleo de Olímpia.


Autoridades fizeram a inauguração da estátua do Curupira, patrono do Festival, na entrada do Recinto...

O primeiro dia do Festival teve três ingredientes que fizeram com que o público interagisse com a tradicional cerimônia do Fefol: manifestações folclóricas através do esforço de estudantes voluntários ‘Dalva Vieira Ittavo’ com o tema “Sou Lenda, Sou Linda / Sou Folclore, Magia dos Sonhos / Sou Olímpia, Cheiro de Brasil / Cor do Brasil”, (mesmo com a proibição do retorno às aulas, com a aceitação por escrito dos pais, fizeram questão de não quebrar a tradição da presença da escola na abertura); o sistema moderno e computadorizado de som e iluminação, com efeitos dos ‘sky walkers’ (fortes holofotes cruzando os céus do Recinto, sendo vistos por toda a cidade, praticamente), lasers, papéis prateados picotados sendo jogados no público e, a novidade, fogos de artifícios sendo, esporadicamente, lançados de cima de barracas e do palco; e, finalmente, a parte o público participou e se emocionou: a religiosidade.

A presença da ‘Mãe Peregrina’, uma imagem fac-símile daquela que foi encontrada nas águas e que se encontra na Basílica de Aparecida de Norte. O público recebeu velas cobertas por copinhos brancos de plástico e, na chegada da padroeira do Brasil, que veio de avião do Vale do Paraíba, as luzes foram apagadas para que as velas pudessem estar acesas e iluminando toda a arena.


Cerimonial de abertura teve como tema “Sou Lenda, Sou Linda / Sou Folclore, Magia dos Sonhos / Sou Olímpia, Cheiro de Brasil / Cor do Brasil”...

No final da tarde, o lançamento do 39º Anuário, editado pelo Museu de História e Folclore “Maria Olímpia”, sob a direção executiva do advogado André Nakamura, e que contém 150 páginas repletas de substanciosas abordagens de variados temas concernentes à arte e à ciência do povo.

Foram também lançadas duas obras literárias escritas por olimpienses: “Romance, Paixão e Poesia”, do garçom Zezinho Poeta, como gosta de ser conhecido e chamado; e, “Amazônia – A Floresta da Redenção”, de Woyne Sacchetin, irmão do oftalmologista Dublin, que é PhD em Oftalmologia, professor-doutor pela Universidade de São Paulo (USP), tendo se formado na Universidade de Toronto (Canadá).

Em seguida, o prefeito Geninho Zuliani (DEM), com seu vice Gustavo Pimenta (PSDB), coordenadora municipal dos Festivais Maria Aparecida de Araújo Manzolli, e demais autoridades e convidados, fizeram a inauguração da estátua do Curupira, patrono do Festival, na entrada do Recinto e da Casa do Caipira, uma casa de sape, que reproduz a moradia tosca, humilde, porém contendo traços culturais fortes do povo brasileiro, servindo inclusive um cafezinho coado em saco de pano aos visitantes.


A presença da ‘Mãe Peregrina’ emocionou todo o público presente...

Os pavilhões foram erguidos e, em seguida, os apresentadores – Selim Murad e João Paulo (Pita) Polisello, deram início ao ritual de abertura diretamente do palco principal, onde estava, inclusive, o assessor especial do Ministério do Turismo, João Paulo Rillo, que é de Rio Preto.

O Presidente da Comissão Executiva do 45º FEFOL, Paulo Duarte Ferreira fez o discurso de abertura. Logo em seguida teve início as apresentações dos alunos voluntários que, mais uma vez, enalteceram Olímpia e o seu Festival Nacional de Folclore, de Norte a Sul do País, com declamações de três jovens frisando a cultura nacional e, por fim, culminando com a saudação a José, o José Sant’anna, criador do Fefol.

O momento de emoção foi quando da chegada da Mãe Peregrina, a imagem fac-símile da Padroeira que existe na Basílica de Aparecida do Norte, trazida por integrantes de grupos folclóricos, frades franciscanos e por um cortejo especial. O público acendeu as lamparinas improvisadas e as arquibancadas ganharam um novo colorido.

O Diretor Artistico eCultural da Abaçaí, Toninho Macedo, conclamou a todos, de quaisquer credos, que fossem até o palco para um grande encontro ecumênico e o pedido foi atendido, emocionando ainda mais os organizadores, inclusive o prefeito Geninho que também não conteve as lágrimas. Em toda a sua trajetória política e durante a última campanha, Geninho sempre colocou a vontade divina acima de tudo e de todos, e a cada conquista sempre agradeceu as graças recebidas. Em seguida, a imagem foi para a capela dos Santos Reis, localizada no próprio Recinto. Ela permanecerá em Olímpia até o próximo domingo (16), quando haverá missa de despedida às 18h na Igreja-Matriz de Nossa Senhora Aparecida.

No palco, prosseguiram a Orquestra Piracuara de Viola Caipira, de São José dos Campos e, finalmente, o show pirotécnico, este ano com inovações tecnológicas, como sempre, o ponto máximo da abertura do Festival Nacional de Folclore.
Mais Notícias
25/03/2017 :
Primeira Reunião Efetiva para Realização do 53º FESTIVAL DO FOLCLORE
16/08/2016 :
Festival do Folclore encerra 52ª edição anunciando homenageado de 2017
04/08/2016 :
52º Festival do Folclore será transmitido AO VIVO pela internet
03/08/2016 :
Minifestival receberá grupos e escolas durante o dia no 52º FEFOL
15/07/2016 :
Vila Brasil mantém programação com violeiros e quitutes do Fundo Social
Outras Notícias 

 

 

 

52ª Edição
   
Menu - 51º Fefol
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
   
 
 

       
 
 
 
 
Festival do Folclore
 
  OlímpiaWeb - Clique e Conheça